Domingo, 8 de diciembre de 2019

Eu nunca perco. Ou ganho ou aprendo!

Inspiro-me na célebre frase de Nelson Mandela que dá título a este conjunto de palavras para continuar a estimular todos os que se aventuram no caminho. A viagem nem sempre é fácil. Existem obstáculos e muitas montanhas e desafios para ultrapassar e vencer. Nem sempre isso acontece....


É a saudade que nos tem!

“Na verdade, não temos saudades, é a saudade que nos tem, que nos faz de nós o seu objecto. Imerso nela, tornamo-nos outros. Todo o nosso ser ancorado no presente fica, de súbito, ausente.”  Eduardo Lourenço

Temporariamente encerrado para balanço.

“A maturidade permite-nos olhar com menos ilusões, aceitar com menos sofrimento, entender com mais tranquilidade e querer com mais doçura.”  Lya Luft 

A Passagem

Hoje, no último dia do ano, preparamo-nos para a passagem. Pensamos na festa e em cumprir o ritual da passagem mesmo que não pensemos muito nisso. O que interessa é celebrarmos como todos fazem. Despedimo-nos do ano que passou e formulamos desejos para o ano que aí vem. Comemos as passas e...

O Natal entre o Palácio e a Manjedoura

Apesar da profusão de ideias, símbolos e significados, e também de apelos, nomeadamente ao consumo, hoje, na véspera de Natal, celebramos a natalidade: o nascimento do menino Jesus! Devemos ter noção deste momento simbólico, único, e determinante nesta nossa história comum com mais de...

O grande desafio de compreender o outro

“Sentir é compreender. Pensar é errar. Compreender o que outra pessoa pensa é discordar dela. Compreender o que outra pessoa sente é ser ela.” Fernando Pessoa

Temperare

“A primeira vítima da falta de temperança é a própria liberdade.”  Séneca

Em frente ao mar emudeci | Ante el mar, callé

“Nunca fui eu mesmo, mas talvez tenha mentido para dizer a verdade. Amanhã, quando acordar, irei à praia para cumprir um dos seus mandatos: Senta-se ao sol. E abdica para seres rei de ti mesmo.” Alfredo Pérez Alencart

Aprende a abraçar o adversário.

“Nunca te orgulhes de ter vencido um adversário. Aquele que venceste hoje poderá derrotar-te amanhã. A única vitória que perdura é a que se conquista sobre a própria ignorância.”  Jigoro Kano

A tentação da superficialidade

Vivemos tempos de superficialidade. Nada se aprofunda. Tudo se mede pela rama e pelo parece que é. As novas tecnologias da informação e comunicação provocaram um avanço notável e um desenvolvimento muito acelerado em muitas coisas da nossa vida. Quando não existe internet perdemos uma...

Os frutos da procrastinação

A procrastinação dá frutos? Talvez, mas vamos por partes. Primeiro, só para os mais distraídos, importa dizer que a procrastinação é, numa versão simplificada, o acto de adiar algo ou prolongar uma situação para ser resolvida depois. Regra geral está associada à preguiça e ao...

A fronteira da solidão

“Quem não souber povoar a sua solidão, também não conseguirá isolar-se entre a gente.” Charles Baudelaire

Os adaptadores

Quando, regra geral, nos referimos a adaptadores pensamos logo no universo informático e nos dispositivos de hardware ou componentes de software que convertem dados transmitidos. Podemos pensar também em adaptadores de vídeo ou adaptadores de USB. Existe ainda um número infindável de...

Esta es la madrugada que yo esperaba

El mes de abril aporta siempre un hálito especial para todos los portugueses que aprecian la “Primavera” y asumen la democracia como el aire que se respira. Abril es tiempo de “claveles rojos”, símbolos mayores de la “Revolución sin armas” que abrió las puertas de la liberdad y de ...

A força das convicções.

Vivemos num mundo absolutamente gelatinoso. A velocidade estonteante a que as coisas acontecem deixa-nos confusos. É preciso seguir a corrente, dizem uns. Adaptar-se aos tempos é uma simples questão de sobrevivência. E em tempos de pouca abundância é preciso deixar de lado certas...

O valor da confiança

“Talvez eu seja enganado inúmeras vezes… Mas não deixarei de acreditar que em algum lugar, alguém merece a minha confiança.” Aristóteles

A República portuguesa e o nosso tempo democrático

Hoje é feriado em Portugal. Comemora-se a implantação da República! No dia 5 de Outubro de 1910, José Relvas, um dos elementos mais antigos do directório do Partido Republicano,  proclama o novo regime a partir da varanda da Câmara Municipal de Lisboa. Trata-se de um momento de grande...

Carpe diem, quam minimum credula postero

  A expressão “Carpe Diem” escrita pelo poeta latino Horácio (65 a.C. – 8 a.C.), no livro I de “Odes”, em que aconselha a sua amiga Leucone a aproveitar o dia – cape diem, quam minimum credula postero, tem vindo a ganhar popularidade ao longo dos tempos. Esta frase cuja...

A curiosidade que guardou a esperança.

“Da caixa de Pandora, na qual fervilhavam os males da humanidade, os gregos fizeram sair a esperança em último lugar, por considerá-la o mais terrível de todos. Não conheço símbolo algum mais emocionante do que este.” Albert Camus

Não queiras só metade!

Não conhecemos o tempo da nossa vida. Ele pode ser curto ou longo. Não sabemos. É uma incógnita. Uma magia. Sabemos apenas que temos um caminho para trilhar. Muitas vezes não sabemos por onde começar. Sabemos apenas que temos de ir. O horizonte está sempre ao alcance da nossa mão. Mas...

O homem entre a humildade e a arrogância

A nossa vida cruza-se, entre muitas outras coisas, com a humildade e com a arrogância. Perguntamo-nos, tantas vezes, se somos humildes ou arrogantes. Observamos o comportamento dos outros e comparamo-nos a toda a hora. Classificamos os outros em função do que pensamos e somos. Mas, se nos...

O cântico da esperança

Inspiro-me no belo poema “Cântico da Esperança”, do grande Rabindranath Tagore, para relembrar a força desta palavra – esperança – e o que ela representa ou deve representar nas nossas vidas, principalmente quando mais precisamos dela. O nosso caminho está repleto de obstáculos....

A importância do compromisso

Os tempos são cada vez mais voláteis. Têm mais espuma do que água fresca. Vive-se muito pela rama. Pelo parece que é. Falta substância. Faltam referências. As referências que nos guiam fazem caminhos muito difíceis. E nós não estamos para isso! Queremos tudo depressa. Queremos tudo...

Memórias de infância: o medo da Coca

Há dias deparei-me com esta figura. Fotografei-a vezes sem conta. A sua silhueta impõe respeito mesmo à luz do dia. À noite mete medo! Não tem rosto. Olha para nós a partir de um buraco negro, um absoluto vazio. É uma figura misteriosa e de contornos pouco definidos como a querer dizer...

Deixem uma marca na vossa vida!

  Nas últimas Jornadas Mundiais da Juventude que tiveram lugar na Polónia, o Papa Francisco apelou aos jovens para que deixem uma marca nas suas vidas! É um desafio impressionante e também muito importante nos tempos que correm, demasiado dependentes das novas tecnologias da...

A importância da pausa na nossa vida.

“Precisamos dar um sentido humano às nossas construções. E, quando o amor ao dinheiro, ao sucesso, nos estiver deixando cegos, saibamos fazer pausas para olhar os lírios do campo e as aves do céu”.  Érico Veríssimo

O tempo de todas as incertezas.

Vivemos num tempo de poucas certezas. Tudo muda a uma velocidade vertiginosa. A mudança parece ser a coisa mais certa num cenário de incertezas. Parece que tudo foge do seu lugar natural. Todos gostamos de segurança. Sentimo-nos bem como ela. Procuramo-la a todo o instante. Mas ela vai-se...

O perfeito vazio

Às vezes tu tens mais frio / Às vezes eu fico imóvel / Pairando no vazio / No perfeito vazio / às vezes lá faz mais frio / No teu peito vazio     Xutos & Pontapés

A ilusão, essa fé desmedida.

A ilusão, essa fé desmedida, como referiu Balzac, faz-nos sempre falta na nossa viagem. Sem ilusão ficamos demasiado amarrados às evidências e às coisas que são facilmente perceptíveis pelos nossos apurados sentidos. Porém o nosso caminho reclama sempre o encanto a que todos temos direito. ...

O teatro da vida

Sempre gostei da grande arte do espectáculo que é o Teatro. Tenho uma profunda admiração por todos os que se dedicam à sua criação, nomeadamente por aqueles que se entregam a este mundo particular sabendo das enormes dificuldades que o mesmo encerra. Apesar de todas as circunstâncias...

O poder das flores

“Quem tentar possuir uma flor, verá sua beleza murchando. Mas quem apenas olhar para uma flor num campo, permanecerá sempre com ela. Tu nunca serás minha e por isso ter-te-ei para sempre.”  Paulo Coelho

O caminho da paz interior

O mundo está em conflito permanente. Aqui e ali ou neste tempo e naquele encontramos espaços de paz mais ou menos duradouros. Mas, ela nunca é definitiva. A esmagadora maioria deseja a paz. Mas, infelizmente, há sempre quem deseje a guerra. Há sempre gente disponível para alimentar o ódio...

Correr atrás dos sonhos!

“Não sou nada / Nunca serei nada / Não posso querer ser nada / À parte isso, tenho em mim todos os sonhos do mundo” – Fernando Pessoa

As duas faces da solidão

Há uma solidão que mata! Outra que nos conforta! Parecem as duas faces da mesma moeda mas são como a água e o azeite. São muito diferentes e nunca se misturam. Ao longo da nossa vida podemos conhecer as duas. Não sabemos o que o destino nos reserva. Mas, se mantiver intacta a minha...

A inveja, esse pecado mortal!

O Padre António Vieira disse-nos num dos seus estimulantes sermões que “não há coisa boa sem contradição, nem grande sem inveja”… e também que “é consequência própria e natural da inveja, perseguir os presentes e estimar os passados, matar os vivos e celebrar os mortos”....

Carregar o escorpião nas costas!

Há dias, no âmbito das minhas viagens pelos caminhos da curiosidade, deparei-me com a antiga fábula “o Escorpião e o Sapo”. Esta pequena história “do tempo em que os animais falavam” tem um significado muito profundo e uma actualidade impressionante. A fábula intemporal conta-nos...

A ascensão dos abençoados

A tela de Hieronymus Bosch a “Ascensão dos Abençoados” (1490) representa muitos dos aspectos recorrentes das EQM - Experiências de Quase Morte que a comunidade científica tem vindo a estudar e a aprofundar. Trata-se de um quadro tão belo como intrigante. Lá está o tal túnel de que...

Dá-me um abraço!

“Já me perdi sem rumo certo / Já me venci pelo cansaço / E estando longe, estive tão perto / Do teu abraço”  –  Miguel Gameiro  

A utopia do nosso horizonte

“A utopia está lá no horizonte. Aproximo-me dois passos e ela afasta-se dois passos. Caminho dez passos e o horizonte corre dez passos. Por mais que eu caminhe, jamais o alcançarei. Para que serve a utopia? Serve para isso: para que eu não deixe de caminhar”. Eduardo Galeano       ...

Coisas do Tempo

              Há dias conversava com um amigo sobre a importância do tempo. Os anos vão passando e há sempre coisas que desejamos fazer e por uma razão ou por outra não as conseguimos concretizar. Mas o tempo é implacável. O tempo passa. Vamos ficando mais...

Tempo de Ressurreição

Neste Domingo de Ressurreição a alegria toma conta dos nossos corações. Hoje é dia de júbilo! Jesus Cristo Ressuscitou! Tudo está consumado! E tudo aconteceu conforme as escrituras! A Páscoa é o ponto mais alto do calendário litúrgico e a festa mais importante para os cristãos....

O silêncio: um argumento difícil de rebater

“Responder à ofensa com ofensa, é como lavar a alma com lama. O silêncio é um dos argumentos mais difíceis de se rebater”.  Dalai Lama Vivemos no meio de uma cultura do barulho. Há demasiado ruído e poucos silêncios. No tempo da comunicação global o som e o ruído quase que nos...

Os viajantes e o urso: uma pequena história sobre a amizade.

Recordo a famosa fábula de Esopo - “Os Viajantes e o Urso” para partilhar convosco algumas linhas de escrita sobre a amizade. Como se sabe o grande Esopo para além de possuir grandes qualidades oratórias dominava também a arte de contar histórias com a particularidade de as mesmas...

Cheira à casa da minha avó

Todos sabemos que imagens, sons e cheiros podem evocar memórias, despertar emoções e também se podem constituir como autênticas máquinas do tempo, fazendo-nos regressar às geografias da nossa infância e às nossas memórias de afectos. Há dias tive o prazer de saborear um café na brasa....

Zeca Afonso, o cantor-andarilho

Nesta semana os portugueses evocaram a memória de Zeca Afonso, o grande trovador da liberdade, falecido no dia 23 de Fevereiro de 1987, com apenas 57 anos. A doença levou, cedo demais, uma das grandes referências da nossa portugalidade e do nosso panorama musical e político. A nossa...

O poder da inspiração

O que é a inspiração? Ninguém pode dizer ao certo o que verdadeiramente significa. É claro que não estou a pensar no movimento através do qual se leva ar aos pulmões. Estou a pensar noutra coisa a propósito do acto de criar. A inspiração é um segredo. Não se sabe de onde vem ou quando...

Os dias cinzentos

Todos temos os nossos dias cinzentos. E os tempos que correm fazem-nos olhar através da nossa janela contemplando a chuva, o frio e o vento, como uma espécie de mistura melancólica que pinta de cinzento e vezes sem conta o manto da nossa existência. Se adicionarmos ao tempo as dificuldades de...

Barack Obama, uma história de superação!

"Se não estivermos dispostos a pagar um preço pelos nossos valores, se não estivermos dispostos a fazer alguns sacrifícios para realizá-los, então deveríamos perguntar-nos se realmente acreditamos neles”. Barack Obama

As mulheres e a cidade

A cidade, substantivo feminino, é ponto de partida para uma breve reflexão. A cidade, como aglomerado urbano e espaço de construção social promoveu, ao longo dos tempos, embora de forma muito lenta, a igualdade de género no acesso à governação local. A conjugação no masculino dominou...

Encontrar o caminho

Andamos distraídos. Muito distraídos. A nossa vida é cada vez mais intensa. O tempo voa! Tudo parece passar demasiado rápido. Os dias passam a correr. As semanas passam a correr. Parece que a terra gira cada vez mais depressa, encurtando o tempo. As estações do ano colam-se umas às outras...

Cuidado com as correntes de ar!

Há dias mostrava, com muito orgulho, a um amigo de Castilla y León a magnífica Rua da Cale na cidade do Fundão “aqui ao lado” na Beira Interior. Enquanto percorríamos os palmos do caminho conversávamos sobre a memória e a magia, repleta de história e tradição, que ruas como esta nos...

O caminho do meio

 Tenho vindo a reflectir em voz alta sobre a qualidade do nosso tempo e do caminho que queremos percorrer. Não alinho pensamentos com base em preconceitos nem chego a verdades insofismáveis. Não cheguei ainda a grandes conclusões. Talvez esse não seja o verdadeiro estímulo deste arrumar...

IUBILIUM, o grito de alegria!

O Papa Francisco tem vindo a implementar a sua marca na Igreja, transformando-a naquilo que ela é e deve ser; ou seja, a casa de todos que a todos acolhe nas suas necessidades, aprofundando a fé e a dimensão espiritual do nosso caminho comum. Este Papa ficará na história da Igreja por muitas...

O tempo da renovação da esperança

O ano está a chegar ao fim. Foi um tempo difícil! Foi um ano duro! As comunidades ocidentais em que nos inserimos lidaram mal com a crise das dívidas soberanas. O tempo da economia mergulhou a coesão social num caos. De um momento para o outro a classe média foi quase esmagada pela...

A luz na noite escura!

Às 04H48 do próximo dia 22 de Dezembro o sol atingirá a maior distância angular em relação ao plano que passa pela linha do equador. É o solstício de Inverno que marca a transição para um tempo novo. A noite mais longa do ano lançará o seu manto negro colocando-nos numa imensa...

Queres uma estrela?

Há pouco tempo quase toquei nas estrelas que brilhavam sobre a serra da gardunha. O manto negro que cobria a montanha fazia brilhar ainda mais todas as estrelas que a minha visão podia alcançar. Apesar do frio não queria sair dali. Contemplei o céu uma e outra vez! Segui o meu caminho com as...

Las cosas que importan jamás pierden su brillo

Há dias, na extraordinária cidade de Córdova, em Espanha, deparei-me com a frase que dá título a este texto numa das suas labirínticas ruas brancas. Nesta cidade monumental, plataforma de encontro de culturas, com património secular, pátios e lugares que convidam à experiência de uma rica ...