Domingo, 18 de agosto de 2019

Já não somos imortais!

Quando passam por nós muitas estações do ano deixamos de ser imortais. Passamos a integrar a finitude do tempo. Abeiramo-nos do fim que julgávamos não existir. Olhamos para trás de outra maneira. Sabemos que o tempo que aí vem é certamente menor do que o tempo que nos trouxe até aqui....


A força das convicções.

Vivemos num mundo absolutamente gelatinoso. A velocidade estonteante a que as coisas acontecem deixa-nos confusos. É preciso seguir a corrente, dizem uns. Adaptar-se aos tempos é uma simples questão de sobrevivência. E em tempos de pouca abundância é preciso deixar de lado certas...

O valor da confiança

“Talvez eu seja enganado inúmeras vezes… Mas não deixarei de acreditar que em algum lugar, alguém merece a minha confiança.” Aristóteles

A República portuguesa e o nosso tempo democrático

Hoje é feriado em Portugal. Comemora-se a implantação da República! No dia 5 de Outubro de 1910, José Relvas, um dos elementos mais antigos do directório do Partido Republicano,  proclama o novo regime a partir da varanda da Câmara Municipal de Lisboa. Trata-se de um momento de grande...

Carpe diem, quam minimum credula postero

  A expressão “Carpe Diem” escrita pelo poeta latino Horácio (65 a.C. – 8 a.C.), no livro I de “Odes”, em que aconselha a sua amiga Leucone a aproveitar o dia – cape diem, quam minimum credula postero, tem vindo a ganhar popularidade ao longo dos tempos. Esta frase cuja...

A curiosidade que guardou a esperança.

“Da caixa de Pandora, na qual fervilhavam os males da humanidade, os gregos fizeram sair a esperança em último lugar, por considerá-la o mais terrível de todos. Não conheço símbolo algum mais emocionante do que este.” Albert Camus

Não queiras só metade!

Não conhecemos o tempo da nossa vida. Ele pode ser curto ou longo. Não sabemos. É uma incógnita. Uma magia. Sabemos apenas que temos um caminho para trilhar. Muitas vezes não sabemos por onde começar. Sabemos apenas que temos de ir. O horizonte está sempre ao alcance da nossa mão. Mas...

O homem entre a humildade e a arrogância

A nossa vida cruza-se, entre muitas outras coisas, com a humildade e com a arrogância. Perguntamo-nos, tantas vezes, se somos humildes ou arrogantes. Observamos o comportamento dos outros e comparamo-nos a toda a hora. Classificamos os outros em função do que pensamos e somos. Mas, se nos...

O cântico da esperança

Inspiro-me no belo poema “Cântico da Esperança”, do grande Rabindranath Tagore, para relembrar a força desta palavra – esperança – e o que ela representa ou deve representar nas nossas vidas, principalmente quando mais precisamos dela. O nosso caminho está repleto de obstáculos....

A importância do compromisso

Os tempos são cada vez mais voláteis. Têm mais espuma do que água fresca. Vive-se muito pela rama. Pelo parece que é. Falta substância. Faltam referências. As referências que nos guiam fazem caminhos muito difíceis. E nós não estamos para isso! Queremos tudo depressa. Queremos tudo...

Memórias de infância: o medo da Coca

Há dias deparei-me com esta figura. Fotografei-a vezes sem conta. A sua silhueta impõe respeito mesmo à luz do dia. À noite mete medo! Não tem rosto. Olha para nós a partir de um buraco negro, um absoluto vazio. É uma figura misteriosa e de contornos pouco definidos como a querer dizer...

Deixem uma marca na vossa vida!

  Nas últimas Jornadas Mundiais da Juventude que tiveram lugar na Polónia, o Papa Francisco apelou aos jovens para que deixem uma marca nas suas vidas! É um desafio impressionante e também muito importante nos tempos que correm, demasiado dependentes das novas tecnologias da...

A importância da pausa na nossa vida.

“Precisamos dar um sentido humano às nossas construções. E, quando o amor ao dinheiro, ao sucesso, nos estiver deixando cegos, saibamos fazer pausas para olhar os lírios do campo e as aves do céu”.  Érico Veríssimo

O tempo de todas as incertezas.

Vivemos num tempo de poucas certezas. Tudo muda a uma velocidade vertiginosa. A mudança parece ser a coisa mais certa num cenário de incertezas. Parece que tudo foge do seu lugar natural. Todos gostamos de segurança. Sentimo-nos bem como ela. Procuramo-la a todo o instante. Mas ela vai-se...

O perfeito vazio

Às vezes tu tens mais frio / Às vezes eu fico imóvel / Pairando no vazio / No perfeito vazio / às vezes lá faz mais frio / No teu peito vazio     Xutos & Pontapés

A ilusão, essa fé desmedida.

A ilusão, essa fé desmedida, como referiu Balzac, faz-nos sempre falta na nossa viagem. Sem ilusão ficamos demasiado amarrados às evidências e às coisas que são facilmente perceptíveis pelos nossos apurados sentidos. Porém o nosso caminho reclama sempre o encanto a que todos temos direito. ...

O teatro da vida

Sempre gostei da grande arte do espectáculo que é o Teatro. Tenho uma profunda admiração por todos os que se dedicam à sua criação, nomeadamente por aqueles que se entregam a este mundo particular sabendo das enormes dificuldades que o mesmo encerra. Apesar de todas as circunstâncias...

O poder das flores

“Quem tentar possuir uma flor, verá sua beleza murchando. Mas quem apenas olhar para uma flor num campo, permanecerá sempre com ela. Tu nunca serás minha e por isso ter-te-ei para sempre.”  Paulo Coelho

O caminho da paz interior

O mundo está em conflito permanente. Aqui e ali ou neste tempo e naquele encontramos espaços de paz mais ou menos duradouros. Mas, ela nunca é definitiva. A esmagadora maioria deseja a paz. Mas, infelizmente, há sempre quem deseje a guerra. Há sempre gente disponível para alimentar o ódio...

Correr atrás dos sonhos!

“Não sou nada / Nunca serei nada / Não posso querer ser nada / À parte isso, tenho em mim todos os sonhos do mundo” – Fernando Pessoa

As duas faces da solidão

Há uma solidão que mata! Outra que nos conforta! Parecem as duas faces da mesma moeda mas são como a água e o azeite. São muito diferentes e nunca se misturam. Ao longo da nossa vida podemos conhecer as duas. Não sabemos o que o destino nos reserva. Mas, se mantiver intacta a minha...

A inveja, esse pecado mortal!

O Padre António Vieira disse-nos num dos seus estimulantes sermões que “não há coisa boa sem contradição, nem grande sem inveja”… e também que “é consequência própria e natural da inveja, perseguir os presentes e estimar os passados, matar os vivos e celebrar os mortos”....

Carregar o escorpião nas costas!

Há dias, no âmbito das minhas viagens pelos caminhos da curiosidade, deparei-me com a antiga fábula “o Escorpião e o Sapo”. Esta pequena história “do tempo em que os animais falavam” tem um significado muito profundo e uma actualidade impressionante. A fábula intemporal conta-nos...

A ascensão dos abençoados

A tela de Hieronymus Bosch a “Ascensão dos Abençoados” (1490) representa muitos dos aspectos recorrentes das EQM - Experiências de Quase Morte que a comunidade científica tem vindo a estudar e a aprofundar. Trata-se de um quadro tão belo como intrigante. Lá está o tal túnel de que...

Dá-me um abraço!

“Já me perdi sem rumo certo / Já me venci pelo cansaço / E estando longe, estive tão perto / Do teu abraço”  –  Miguel Gameiro  

A utopia do nosso horizonte

“A utopia está lá no horizonte. Aproximo-me dois passos e ela afasta-se dois passos. Caminho dez passos e o horizonte corre dez passos. Por mais que eu caminhe, jamais o alcançarei. Para que serve a utopia? Serve para isso: para que eu não deixe de caminhar”. Eduardo Galeano       ...

Coisas do Tempo

              Há dias conversava com um amigo sobre a importância do tempo. Os anos vão passando e há sempre coisas que desejamos fazer e por uma razão ou por outra não as conseguimos concretizar. Mas o tempo é implacável. O tempo passa. Vamos ficando mais...

Tempo de Ressurreição

Neste Domingo de Ressurreição a alegria toma conta dos nossos corações. Hoje é dia de júbilo! Jesus Cristo Ressuscitou! Tudo está consumado! E tudo aconteceu conforme as escrituras! A Páscoa é o ponto mais alto do calendário litúrgico e a festa mais importante para os cristãos....

O silêncio: um argumento difícil de rebater

“Responder à ofensa com ofensa, é como lavar a alma com lama. O silêncio é um dos argumentos mais difíceis de se rebater”.  Dalai Lama Vivemos no meio de uma cultura do barulho. Há demasiado ruído e poucos silêncios. No tempo da comunicação global o som e o ruído quase que nos...

Os viajantes e o urso: uma pequena história sobre a amizade.

Recordo a famosa fábula de Esopo - “Os Viajantes e o Urso” para partilhar convosco algumas linhas de escrita sobre a amizade. Como se sabe o grande Esopo para além de possuir grandes qualidades oratórias dominava também a arte de contar histórias com a particularidade de as mesmas...

Cheira à casa da minha avó

Todos sabemos que imagens, sons e cheiros podem evocar memórias, despertar emoções e também se podem constituir como autênticas máquinas do tempo, fazendo-nos regressar às geografias da nossa infância e às nossas memórias de afectos. Há dias tive o prazer de saborear um café na brasa....

Zeca Afonso, o cantor-andarilho

Nesta semana os portugueses evocaram a memória de Zeca Afonso, o grande trovador da liberdade, falecido no dia 23 de Fevereiro de 1987, com apenas 57 anos. A doença levou, cedo demais, uma das grandes referências da nossa portugalidade e do nosso panorama musical e político. A nossa...

O poder da inspiração

O que é a inspiração? Ninguém pode dizer ao certo o que verdadeiramente significa. É claro que não estou a pensar no movimento através do qual se leva ar aos pulmões. Estou a pensar noutra coisa a propósito do acto de criar. A inspiração é um segredo. Não se sabe de onde vem ou quando...

Os dias cinzentos

Todos temos os nossos dias cinzentos. E os tempos que correm fazem-nos olhar através da nossa janela contemplando a chuva, o frio e o vento, como uma espécie de mistura melancólica que pinta de cinzento e vezes sem conta o manto da nossa existência. Se adicionarmos ao tempo as dificuldades de...

Barack Obama, uma história de superação!

"Se não estivermos dispostos a pagar um preço pelos nossos valores, se não estivermos dispostos a fazer alguns sacrifícios para realizá-los, então deveríamos perguntar-nos se realmente acreditamos neles”. Barack Obama

As mulheres e a cidade

A cidade, substantivo feminino, é ponto de partida para uma breve reflexão. A cidade, como aglomerado urbano e espaço de construção social promoveu, ao longo dos tempos, embora de forma muito lenta, a igualdade de género no acesso à governação local. A conjugação no masculino dominou...

Encontrar o caminho

Andamos distraídos. Muito distraídos. A nossa vida é cada vez mais intensa. O tempo voa! Tudo parece passar demasiado rápido. Os dias passam a correr. As semanas passam a correr. Parece que a terra gira cada vez mais depressa, encurtando o tempo. As estações do ano colam-se umas às outras...

Cuidado com as correntes de ar!

Há dias mostrava, com muito orgulho, a um amigo de Castilla y León a magnífica Rua da Cale na cidade do Fundão “aqui ao lado” na Beira Interior. Enquanto percorríamos os palmos do caminho conversávamos sobre a memória e a magia, repleta de história e tradição, que ruas como esta nos...

O caminho do meio

 Tenho vindo a reflectir em voz alta sobre a qualidade do nosso tempo e do caminho que queremos percorrer. Não alinho pensamentos com base em preconceitos nem chego a verdades insofismáveis. Não cheguei ainda a grandes conclusões. Talvez esse não seja o verdadeiro estímulo deste arrumar...

IUBILIUM, o grito de alegria!

O Papa Francisco tem vindo a implementar a sua marca na Igreja, transformando-a naquilo que ela é e deve ser; ou seja, a casa de todos que a todos acolhe nas suas necessidades, aprofundando a fé e a dimensão espiritual do nosso caminho comum. Este Papa ficará na história da Igreja por muitas...

O tempo da renovação da esperança

O ano está a chegar ao fim. Foi um tempo difícil! Foi um ano duro! As comunidades ocidentais em que nos inserimos lidaram mal com a crise das dívidas soberanas. O tempo da economia mergulhou a coesão social num caos. De um momento para o outro a classe média foi quase esmagada pela...

A luz na noite escura!

Às 04H48 do próximo dia 22 de Dezembro o sol atingirá a maior distância angular em relação ao plano que passa pela linha do equador. É o solstício de Inverno que marca a transição para um tempo novo. A noite mais longa do ano lançará o seu manto negro colocando-nos numa imensa...

Queres uma estrela?

Há pouco tempo quase toquei nas estrelas que brilhavam sobre a serra da gardunha. O manto negro que cobria a montanha fazia brilhar ainda mais todas as estrelas que a minha visão podia alcançar. Apesar do frio não queria sair dali. Contemplei o céu uma e outra vez! Segui o meu caminho com as...

Las cosas que importan jamás pierden su brillo

Há dias, na extraordinária cidade de Córdova, em Espanha, deparei-me com a frase que dá título a este texto numa das suas labirínticas ruas brancas. Nesta cidade monumental, plataforma de encontro de culturas, com património secular, pátios e lugares que convidam à experiência de uma rica ...